Denisol.WordPress

Brasileiros em Londres

Posted in Londres by denisol on junho 28, 2008
Big BenBig Ben © Denisol

Atualmente estima-se que existem aproximadamente 160 mil brasileiros vivendo em Londres (é por isso que todo mundo conhece alguém em Londres), e infelizmente os brasileiros não são muito idolatrados por aqui, se é que vocês me entendem. A maior parte dos conterrâneos que aqui estão são imigrantes em situação irregular.

Durante os últimos 10 anos, a enxurrada de brasileiros para a terra da rainha trouxe coisas boas e ruins.

Dentre as coisas boas vejo que o Brasil faz mais parte da vida das pessoas (embora muita gente ainda ache que falamos espanhol), de chinelos a caipirinhas.

Já o ruim é que o brasileiro já está automaticamente associado à atividades profissionais menos nobres. Quando se tem uma profissão qualificada, normalmente o estrangeiro pensa que você é de qualquer outro lugar que não o Brasil. Eles ficam um tanto surpresos quando descobrem que você é brasileiro. E automaticamente começam a falar de i) futebol, ii) férias, iii) carnaval. Como muitas pessoas já estiveram por aí, muitas vezes a pauta é o problema sócio-econômico do Brasil, o qual eu adoro discutir.

O mais engraçado é que a maior parte desses 160 mil brasileiros que aqui estão (eu diria uns 159 mil) ainda não perceberam que eles não estão sozinhos. Cansei de ouvir histórias constrangedoras no ônibus e metrô de brasileiros que achavam que ninguém no recinto falava/entendia português. Mas só esse assunto já é capaz de gerar um outro post, hehe.

5 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. joaoccc said, on junho 28, 2008 at 9:33 am

    Excelente post. Recomendo clicar nos links e ler os artigos.

  2. Barbrinha said, on junho 28, 2008 at 11:04 am

    Eu nao tinha ideia sobre esse assunto, pensei que tivesse bem menos brasileiros por ai. E sobre as atividade tambem nao sabia….Parabens pelo post…

    Beijos e fiquem com Deus

  3. Luis (Mack) said, on junho 30, 2008 at 2:24 pm

    Infelizmente esta situação trás alguns problemas, para aqueles que realmente vão para Inglaterra com boas intenções, só eu sei a enxurrada de documentos que estou entregando para consulado para conseguir o meu visto de estudante, mas não é só na Inglaterra que isso acontece, na Espanha também a situação está complicada. Portugal também é uma porta de entrada para imigrantes brasileiros ilegais. Nos Estados Unidos, esta ocorrendo o contrário, diversos brasileiros estão voltando, pois a crise na economia americana criou-se um fluxo migratório inverso.

  4. Beth Q. said, on julho 1, 2008 at 3:44 am

    Olá, Denisol!
    Vim conhecer teu espaço através da indicação da Barbrinha do seu blog e de outras como eu também.
    Menina, adorei! Li todos os posts de uma vez porque vc escreve do jeito que eu gosto; fácil, direto e enxuto.
    Só dei uma paradinha para colocar um pãozinho de nozes para esquentar no forninho e voltei rapidinho para continuar a ler seus textos.
    Parabéns pelo blog que está passando, além de informações, uma visão atual do que acontece por aí e seu olhar constante aqui no nosso Brasil.

    Gostei do post sobre religião, porque me identifiquei totalmente contigo – depois de tanto conhecer diversas, decidi por nenhuma e sou mais feliz assim também.

    Sobre o que vc disse dos brasileiros ficarem de bate papo em português nos lugares públicos, coisa similar aconteceu com meu marido e uma turma de colegas de trabalho há uns meses em Montreal, quando alguém do grupo falava que por ali só tinha mulher feia e que a única que prestava e era bem “gostosa” era a moça que estava servindo na cafeteria. Até que a mesma, vira-se para um deles e pergunta em sonoro português-carioquês: Desejam mais alguma coisa? kakaka Ficaram mudos e sem graça, lógico!

    Sobre os encontros e desencontros que vc falou, onde conterrâneos marcam e não aparecem é uma tremenda grosseria mesmo.
    Acho que é porque hoje em dia quando alguém diz “passa lá em casa” quer dizer, vamos até o barzinho da esquina tomar umazinha. Infelizmente, nas grandes cidades brasileiras não se costuma mais convidar para jantares ou alguma coisa desse tipo – os encontros são geralmente em algum restaurante.
    Eu, como morei por muito tempo em Petrópolis e lá a gente convida e faz mesmo as reuniões, o povo comparece e depois retribui.

    Bem, por preguiça de abrir todos os posts, resolvi reunir vários comentários neste aqui, mas devo dizer-lhe que me deu imenso prazer em ler seus textos, assim como passarei outras vezes para visitá-la.

    Quanto ao pãozinho de nozes que deixei esquentando, queimou!!! Mas, tirei a casquinha e comi assim mesmo. Culpa sua de escrever bem assim, ora! hehehhe

    super abraço carioca

  5. Elaine said, on julho 2, 2008 at 4:31 am

    Oi Denise!
    Ainda nao cliquei nos links, mas amanha vou segui-los e ler. Aqui no Canada a situacao nao eh muito diferente quanto a brasileiros ilegais. Eu moro pertinho de Toronto, e tem muitos lah, nao faco ideia de quantos nao. Nao participo da comunidade brasileira por varias razoes (que nao veem ao caso agora), mas vou te contar uma coisa “engracada” quanto a isso.
    Sou crista-evangelica e desde o inicio eu participava de igrejas cristas brasileiras em Toronto. Depois de alguns anos e muitos problemas (sinto muito mas… o povo que gosta de fofoca o brasileiro! E os homens nao perdem p/ mulheres nao!), eu me afastei completamente nao soh de brasileiros mas de igrejas brasileiras. De vez em quando, como tinhamos alguns amigos brasileiros mais chegados, eramos convidados p/ festa de aniversario, churrasco, etc. A gente ia. La chegando, sabe como eh, os homens em volta da churrasqueira e as mulheres num circulo papeando a valer. Era soh eu chegar que comecava a “inquisicao”. Ninguem aceitava o fato de eu nao querer mais ir em igreja de brasileiros, mas tambem nunca se interessavam em me perguntar o porque. O fato eh que eu precisava imediatamente de que alguem orasse comigo p/ me libertar dos espiritos malignos.

    Pode???

    Nao durou muito tempo p/ eu nao aceitar mais convites nenhum. Hoje em dia praticamente nao tenho amigos, mas como diz o ditado, antes soh do que mal acompanhado.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: